Presente para dia das mães Bonito e Barato

Presente bonito, barato e muito impactante par o dia das mães, segue algumas dicas de maravilhosos divinos, vasos e jarras vintage para decoração.

Tudo com preço muito bacana. E peças grandes com 70 x 46cm, 80 x 35cm, 50 x 50cm. Vale a pena conferir. E já encomendar sua peça.

O link da loja está aqui: ELO 7

 r$ 85,00 REAIS SITE: ELO 7

  r$ 85,00 REAIS SITE: ELO 7






  r$ 85,00 REAIS SITE: ELO 7

 r$ 85,00 REAIS SITE: ELO 7

 r$ 80,00


  

   r$ 84,00 REAIS SITE: ELO 7

 r$ 90,00 REAIS site: ELO 7

 r$ 90,00 REAIS site: ELO 7

  r$ 88,00 reais site: ELO 7

 r$ 88,00 reais site: ELO 7


 r$ 55,00 reais site: ELO 7

r$ 55,00 reais site: ELO 7

R$ 50,00 reais site: ELO 7

R$ 35,00 reais site: ELO 7

R$ 35,00 reais site: ELO 7

Todos os preços com base em abril de 2016


O Homem que não acreditava em Deus

Momento de reflexão! As vezes precisamos parar tudo, ler uma mensagem, respirar e voltar as tarefas. Quem sabe você não é essa pessoa agora... vamos ler?




Certo farmacêutico de uma pequena cidade do interior não acreditava em Deus. Era muito conhecido no lugar e tinha muitos amigos, alguns dos quais sempre procuravam falar de Deus e do seu amor para com o ser humano. No entanto, o homem sempre se negava a falar sobre o assunto.
“Falo sobre qualquer coisa, menos sobre Deus, porque não acredito que ele existe”, dizia o homem. 
Até que um dia, quando o homem estava fechando seu estabelecimento, algo diferente aconteceu.
Um garoto que ele nunca tinha visto chegou a sua farmácia correndo.
 Cansado e quase sem conseguir falar, o menino pediu um remédio para curar um problema de coração da mãe dele.
O menino não tinha dinheiro, mas afirmou que no dia seguinte voltaria à farmácia trazendo o dinheiro.
O farmacêutico passava por problemas financeiros porque as vendas estavam muito fracas, mas mesmo assim ele acreditou na sinceridade do garoto e o deixou ir com o remédio.
Depois que o menino sumiu na estrada, ele continua arrumando os remédios e pensando no que havia acabado de fazer. Até que ao observar a prateleira de onde retirou o remédio ele percebeu que havia entregado o remédio errado para o menino.
Desesperado ele correu atrás do garoto. Dobrou quatro esquinas e não mais encontrou o menino. Então voltou para a farmácia, desesperado com a possibilidade da mãe do garoto morrer por causa do remédio errado.
Consumido pelo desespero, ele, que não acreditava em Deus, resolveu então orar.
“Senhor, eu não acredito em Ti, mas se Tu livrares esta mulher da morte, eu passarei a acreditar em Ti”.
Mal ele terminava de orar, deparou-se com o mesmo garoto entrando na farmácia com o vidro todo quebrado nas mãos.
“Meu senhor, de tão apressado que estava, acabei tropeçando e quebrei o frasco de remédio. Por favor, me venda outro e manhã mesmo volto para lhe pagar os dois vidros”.
Com os olhos cheios d’água, ele abraçou-se ao garoto e disse: “Não precisa me pagar nada, porque o que você meu deu hoje não tem preço”.
Desde aquele dia, o farmacêutico nunca mais duvidou da existência de Deus e do seu poder em salvar a vida das pessoas.


O Vaso, uma linda história para se ler e pensar!!

Dê um minuto a você, leia a mensagem e volte as suas tarefas, mas agora pensando um pouco...

          Um velho oleiro, muito dedicado ao trabalho, certa feita, adoeceu gravemente e entrou a passar enormes necessidades.

          Os parentes, aos quais ele mais servira, moravam em regiões distantes e pareciam haver perdido a memória.....

          Sem ninguém que o auxiliasse, passou a viver da caridade pública, mas, quando esmolava, caiu na via pública e quebrou uma das pernas, sendo obrigado a recolher-se à cama, por longo tempo.

          Chorando, amargurado, fez uma prece e rogou a Deus alguma consolação para os seus males.

          Então, dormiu e sonhou que um anjo lhe apareceu, trazendo a resposta pedida.

          O mensageiro do Céu conduziu-o até o antigo forno em que trabalhava, e, mostrando-lhe alguns formosos vasos de sua produção perguntou:

          - Como é que você conseguiu realizar trabalhos assim tão perfeitos?

          O oleiro, orgulhoso de sua obra, informou:

          - Usando o fogo com muito cuidado e com muito carinho, no serviço da perfeição. Alguns vasos voltaram ao calor intenso duas ou três vezes.

          - E sem fogo você realizaria a sua tarefa? – indagou, ainda, o emissário.
          - Nunca! – respondeu o velho, certo do que afirmava.

          - Assim também – esclareceu o anjo bondoso – o sofrimento e a luta são as chamas invisíveis que o nosso Pai Celestial criou para o embelezamento de nossas almas que, um dia, serão vasos sublimes e perfeitos para o serviço no Céu.


          Nesse instante, o doente acordou, compreendeu a vontade Divina e rendeu Graças a Deus. 

Acidentes Domésticos Objetivo: Casa Segura!

Fonte desenho: seguranainfantil.blogspot.com e cartunista.com


Acidentes Domésticos


Esse texto copiei na integra do site sweetcare.pt, pois achei muito completo e educativo sobre o assunto que aterroriza muitas mães “acidentes domésticos”.
Trata-se de acidentes com crianças, idosos, adultos, enfim todas as fases da vida.
Vale a pena ler e deixar a dica para outros amigos.
Obs.: pode ter uma diferença na linguagem de Português pois o texto foi retirado de um site de Portugal.

Objetivo: Casa Segura!

"Os acidentes domésticos são muito comuns. Mesmo com todo o cuidado, há objetos e situações que representam risco e podem provocar acidentes, sobretudo com crianças e idosos, como quedas e traumatismos com consequências muito graves. Por vezes, tão graves que podem levar à morte."

Quais são os fatores de risco ou causas mais frequentes de acidentes domésticos?

  • Escorregar ao andar sobre pisos molhados, úmidos ou encerados
  • Andar de meias ou usar chinelos e sapatos mal apertados
  • Móveis no meio do caminho (gavetas abertas, por exemplo), principalmente entre o quarto e a casa de banho
  • Escadas com degraus de tamanhos diferentes
  • Tapetes nos quartos, casas de banho, corredores e outras divisões da casa, sem proteção antiderrapante
  • Pouca iluminação
  • Estar em pé em cima de um banco ou cadeira
  • Tonturas ao levantar-se
  • Visão alterada pela idade
  • Perda do equilíbrio, muitas vezes causada por remédios
  • Nos mais idosos, enfraquecimento dos ossos e dos músculos
  • Soleiras das portas não niveladas com o chão

Crianças

As crianças pequenas não sabem avaliar o perigo pelo que, qualquer objeto que encontrem em casa pode transformar-se num brinquedo muito interessante.
Saiba como protegê-las dos perigos presentes em todas as casas. 
Botões, tampas e rolhas de garrafas, moedas, pregos pequenos, parafusos e até brinquedos com peças demasiado pequenas são uma atração irresistível para crianças até aos três anos, que gostam de levar tudo à boca. Mas consistem um grande perigo, pois as crianças podem engasgar-se e até sufocar.

Causas dos acidentes 
Sabia, por exemplo, que as quedas são a principal causa de acidentes domésticos com crianças? Seguem-se os cortes, as queimaduras e as intoxicações.

Atitudes que podem salvar
Não se limite a proibir as crianças de fazerem isto ou aquilo; deve procurar ensiná-las e alertá-las para os riscos que certos atos envolvem, para que elas possam desenvolver a noção do que é o perigo e do que são comportamentos perigosos. Mesmo quando as crianças são pequenas e a explicação requer muita paciência. 

E, sobretudo, dê o exemplo: as crianças imitam os adultos.
Sempre que necessário, explique à criança porque é que as suas ações lhe são permitidas a si e a ela não, apontando razões de idade, capacidade, responsabilidade, segurança, etc.

Cuidados com medicamentos
  • Todos os medicamentos devem ser guardados fora do alcance das crianças, em lugares altos e, de preferência, em armários ou caixas bem fechadas
  • Não tome, nem dê medicamentos sem prescrição ou orientação médica
  • Não deixe os seus medicamentos ao alcance das crianças e, de preferência, não os tome à frente delas, pois estas tendem a imitá-lo
  • Não use remédios cujo prazo de validade já expirou ou cujas embalagens estão deterioradas. Junte-os e entregue-os na farmácia mais próxima

Cuidados com escadas
As escadas devem ter um corrimão de apoio e o piso não deve ser liso (escorregadio)
Se tem crianças pequenas, principalmente se estão na fase de gatinhar ou a começar a andar, coloque proteções e barreiras (portões) em todos os acessos da casa às escadas
Não se esqueça de fechar as proteções e barreiras dos acessos às escadas depois de passar. Um portão mal fechado é como se não existisse

Cuidados com janelas e varandas
Coloque grades ou redes de proteção em todas as janelas e varandas. São as únicas formas de evitar acidentes graves em apartamentos. Uma porta ou uma janela aberta representam um grande perigo. Há muitas quedas de crianças em consequência de janelas e portas abertas.


Cuidados com piscinas, lagos, lagoas e até na praia
  • Nunca deixe a criança sozinha perto de uma piscina, mesmo que esta seja própria para ela
  • Nunca deixe uma criança sozinha na piscina, seja em que circunstância for. Muitos afogamentos de crianças até aos 4 anos ocorrem porque os adultos se ausentam por “um minuto”, para atender o telefone, ir buscar o lanche, etc
  • Esteja atento às brincadeiras das crianças na água
  • Coloque braçadeiras ou coletes às crianças que não sabem nadar, mesmo quando elas estão a brincar ao pé da piscina. Se escorregarem e caírem para dentro da água estarão mais protegidas
Se tem piscina em casa, coloque uma vedação ou tela de proteção à volta, de forma a impedir que a criança tenha acesso à água.

Cuidados na cozinha 
  • Não deixe crianças sozinhas na cozinha
  • Guarde facas e objetos cortantes em locais pouco acessíveis
  • Não deixe tachos e panelas ao lume sem ninguém na cozinha e tenha especial cuidado com líquidos quentes, como sopa ou água a ferver, já que queimaduras com líquidos quentes são frequentes em crianças
  • Não deixe os bicos do fogão ligados quando acaba de cozinhar
  • Vire os cabos das frigideiras para o interior do fogão, para evitar que as crianças tentem pegar-lhes
  • Pode remover os botões do fogão quando este não estiver em uso
  • Guarde bem os fósforos, pois as crianças não têm medo do fogo e certas brincadeiras podem provocar incêndios
  • Torradeiras, bules, garrafas térmicas e outros equipamentos devem ser mantidos fora do alcance das crianças
  • Cuidado ao utilizar panelas de pressão. Cumpra sempre as indicações do fabricante
  • Tenha cuidado na utilização do gás no fogão. Acenda o fósforo antes de abrir o gás. Se o seu fogão tiver acendedor elétrico, acenda primeiro o gás, no mínimo, e só então accione o acendedor
  • Quando acender o forno, coloque-se de lado e não em frente do fogão
  • Use apenas toalhas, aventais e panos de tecidos naturais. Evite usar roupa de tecidos sintéticos e aventais de plástico quando está a cozinhar
  • Na utilização do microondas não cubra alimentos com papéis metalizados nem coloque, no seu interior, louças com decoração prateada ou dourados (causam faíscas)
  • Cuidados com produtos de limpeza e outros produtos tóxicos
  • Seja na cozinha, dispensa ou em qualquer outra divisão da casa ou no jardim, guarde estes produtos em locais inacessíveis a crianças e a animais
  • Há fechos e protetores (inclusive cadeados) que impedem a abertura de armários e gavetas da cozinha ou de outros locais
  • São produtos tóxicos, muitas vezes até inflamáveis, e a sua ingestão ou inalação pode ter consequências graves ou até fatais
  • Nunca coloque detergentes, lixívia, inseticidas ou pesticidas em garrafas de água de plástico já usadas, porque as crianças podem ingerir o produto pensando ser água, resultando num acidente com grande gravidade
  • Cuidados com eletricidade e tomadas.Se possível, todas as tomadas devem ter ligação terra
  • Instale protetores adequados em todas as tomadas da casa, para evitar choques elétricos
  • Esteja sempre alerta, pois uma tomada tem uma atração especial para as crianças que estão na fase de gatinhar ou até um pouco mais crescidas, parecendo os locais ideais para tentarem enfiar os dedos e os mais variados objetos.

Cuidados com objetos pontiagudos ou cortantes
  • Facas, tesouras, chaves-de-fendas e outros objetos perfuradores nunca devem ser dados às crianças para elas brincarem. Mantenha esses objectos em locais fechados e a que a criança não tenha acesso

Cuidados com a tábua e o ferro de engomar
  • Nunca deixe o ferro ligado com o fio desenrolado e ao alcance das crianças. Além da alta temperatura, é perigoso pelo seu peso e pela ligação à eletricidade
  • Evite o uso de tábuas de passar roupa que possam ser puxadas para baixo. 

Cuidados com armas
  • Não tenha armas em casa. Se tiver, arrume-as ou guarde-as longe do alcance das crianças
  • Nunca tenha as armas carregadas em casa
  • Nunca deixe as munições junto à arma. Guarde-as em local seguro e inacessível às crianças.

Outros riscos
  • Nunca deixe bebidas alcoólicas ao alcance de crianças
  • Procure ajuda médica, se o seu filho engolir uma substância não alimentar
  • Anote os números dos telefones do seu pediatra, do hospital, dos centros de envenenamento e de outros centros de ajuda em local bem visível (por exemplo, ao pé do telefone);
  • Leia atentamente os rótulos das embalagens antes de usar qualquer produto
  • Ensine as crianças a não aceitarem bebidas, comida, doces que lhes sejam oferecidos por adultos que não conhecem
  • Não deixe que crianças com idade inferior a 10 anos andem sozinhas de elevador. 

Bebés


Cuidados com potenciais quedas
  • Nunca deixe o bebé ou a criança sozinha em cima de uma cama, bancada ou móvel onde muda as fraldas e a roupa
  • Tenha as fraldas, as toalhinhas de limpeza e os cremes necessários sempre à mão
  • Prepare as roupas que lhe vai vestir com antecedência e tenha-as à mão na altura em que vai vestir a criança.

Cuidados com camas de grades
  • Use cama de grades, pois evitam que o bebé ou a criança caia da cama
  • Assegure-se de que os espaços entre as barras do berço são adequados. Normalmente as grades são adaptáveis em altura, para facilitar o colocar e tirar a criança da cama
  • Não se esqueça de verificar se a grade está bem colocada depois de pôr a criança na cama
  • Tome cuidado quando a criança começar a mostrar movimentos de sentar, gatinhar ou ficar de pé;está na altura de adequar a grade, se for o caso, às suas novas capacidades;
  • Verifique se o estrado está bem seguro e que o colchão é adequado
  • Não deixe brinquedos dentro do berço ou da cama do bebé.

Cuidados com o banho
  • Nunca deixe o seu filho sozinho na banheira, seja qual for a circunstância. Mesmo com água rasa é perigoso. Uns segundos bastam para que se afogue
  • Verifique a temperatura da água com um termómetro ou com o seu cotovelo, para evitar queimar a criança se a água estiver demasiado quente
  • Use tapetes ou formas antiderrapantes na banheira.

Cuidados com brinquedos
  • Os brinquedos devem ser suficientemente grandes para não poderem ser engolidos e suficientemente resistentes para não lascarem ou partirem
  • Verifique os rótulos e etiquetas dos brinquedos para saber quais os materiais de que são feitos, evitando, por exemplo, o risco de alergias
  • Os brinquedos não devem ter arestas ou ser pontiagudos
  • Compre brinquedos adequados à idade da criança e verifique se os oferecidos também são apropriados.

Outros riscos
  • Sacos plásticos, fios de telefone soltos, almofadas e travesseiros altos e fofos podem asfixiar ou estrangular
  • Não permita que a criança mastigue pastilhas elásticas ou coma rebuçados
  • Não ponha cordões à volta do pescoço da criança para segurar as chupetas
  • Não permita que a criança brinque com objetos pequenos que possa engolir
  • Não beba líquidos quentes com o seu filho no colo. Mantenha os líquidos quentes (café, chá, etc.) fora do alcance dele.

Idosos


Quais são os fatores de risco ou causas mais frequentes de acidentes domésticos envolvendo Idosos?
  • Visão e audição deficientes
  • Enfraquecimento dos ossos e dos músculos
  • Problemas de locomoção ou osteoarticulares e tremores
  • Fatores do ambiente
  • Iluminação deficiente
  • Inexistência de corrimão ou de barras de segurança, nomeadamente na banheira
  • Mobília instável
  • Pavimento escorregadio
  • Calçado não apropriado
     
Cerca de 75 por cento dos acidentes com idosos acontecem nas suas próprias casas. 
Os acidentes com idosos sucedem-se também em alojamentos coletivos (casas de repouso, lares e outras instituições de acolhimento), no ambiente circundante ou por escorregamento na rua.

Eis alguns conselhos para idosos afim de prevenir acidentes:
  • Pratique exercício físico com regularidade, de modo a melhorar a sua forma física. Faça uma alimentação equilibrada
  • Seja cuidadoso, de modo a não cometer erros na dosagem dos medicamentos que está a tomar
  • Não beba álcool em excesso
  • Use sapatos bem ajustados, com solas antiderrapantes (de preferência com ranhuras). Evite usar solas de cabedal e protetores de metal. Os sapatos devem ter saltos largos, calcanhares reforçados e presilhas ou atacadores, de modo a evitar que os pés se movimentem dentro dos sapatos. Evite usar chinelos
  • Não use camisas de noite ou roupões compridos
  • Disponha os móveis da casa de maneira sensata. Deixe espaço para poder andar de um lado para o outro sem encontrar obstáculos. Não ande sobre pavimentos escorregadios (molhados ou encerados); os tapetes devem cobrir todo o chão de uma parede à outra ou possuírem forro antiderrapante. A mobília não deve ter rodas e a cama e as cadeiras não devem ser demasiado baixas ou altas. Coloque barras de apoio na banheira, no chuveiro e ao lado da sanita. Utilize tapetes de borracha antiderrapantes no chuveiro e na banheira
  • Ilumine convenientemente toda a casa - quarto, corredor, sala, cozinha e casa de banho
  • As escadas devem ter boa iluminação, corrimãos seguros e degraus antiderrapantes
  • Utilize a visão que tem, nas melhores condições. Se precisar de óculos, use-os
  • Não coloque no chão pequenos tapetes. Não deixe gavetas abertas
  • Não deixe fios elétricos ou do telefone no chão. Fixe-os às paredes
  • Mantenha todos os utensílios elétricos em boas condições de funcionamento e a salvo de salpicos de água. Nunca os utilize quando estiver a mexer em água
  • O aquecimento deve ter boa ventilação e devem ser usadas redes de proteção nas lareiras
  • O relvado, o jardim, o pátio, as passagens para carros e passeios devem estar desimpedidas, sem buracos, fendas ou outras irregularidades
  • Procure não estar sozinho. Não se isole, pois isso pode atrasar a chegada de ajuda do exterior no caso de acidente
  • Esteja atento a movimentos inesperados de animais, crianças e bicicletas
  • Traga consigo uma lanterna e utilize-a para que possa ver e ser visto na escuridão
  • Não tenha vergonha de pedir ajuda para atravessar a rua
  • Use bengala, se o seu médico concordar
  • Tenha uma campainha perto de si, sempre que possível.

Se acontecer um acidente:
  • Se cair, procure levantar-se de forma correta - dobre-se sobre o estômago, ponha-se de gatas e gatinhe até à peça de mobília que se encontra mais próxima de si. Coloque as mãos sobre ela e ponha um dos pés à frente, bem assente no chão. Levante-se e, em seguida, sente-se, até se encontrar recuperado.
  • Se não conseguir levantar-se, tente pedir ajuda - a colocação de uma campainha no chão do quarto, debaixo de uma cadeira, ou de um telefone, juntamente com os números de emergência num banco baixo, constitui precaução sensata a tomar.
  • Tente manter-se quente até chegar alguém para o ajudar. Puxe os tapetes próximos para cima de si, por exemplo, casacos ou os lençóis, o que estiver à mão.
  • Se sofrer um corte ou queimadura, procure a ajuda de um médico ou enfermeiro. Se sofrer um acidente, não o considere um acontecimento de mau presságio e não limite as suas atividades. Pelo contrário, não se esqueça de que a atividade física o ajuda a manter-se mais saudável. 

Fonte : Sweetcare.pt (maravilhosa loja de cosméticos que envia todos os produtos para o Brasil a preços maravilhosos)


In, Portal da Saúde

Dermatite de Fralda ou Eritema de Fralda

Fonte foto: veryshareimg.com


Dermatite / Eritema de Fralda

O que é?


O eritema da fralda ou Dermite da fralda é uma inflamação da pele da zona que se encontra coberta pelas fraldas (nádegas e órgãos genitais), que as mães designam habitualmente por assadura.

Que tipos de eritema da fralda existem?

"A dermite mais freqüente da zona da fralda é o eritema simples ou comum, que resulta do contacto prolongado da urina e das fezes com a pele, causando maceração e irritação química, por ação da uréia e das enzimas intestinais aí existentes.
Outras causas de eritema das fraldas são: os fungos (por exemplo, a Cândida Albicans responsável pele Dermite por Cândida ou Candidíase) ou as bactérias que podem infetar secundariamente a pele fragilizada pelo contato prolongado com a urina.
Outras situações menos freqüentes, como a Psoríase e o Eczema, podem também manifestar-se por eritema (tom avermelhado da pele) das nádegas."
Como se manifestam os diferentes tipos de eritema das fraldas?
"O eritema das fraldas manifesta-se sempre por uma alteração da cor da pele que adquire um tom avermelhado, por vezes com descamação local e aparecimento de pequenas ulcerações (feridas). O bebê pode estar irritado, desconfortável e chorar quando urina ou tem uma dejeção, devido ao ardor que a urina e as fezes provocam em contato com a pele lesada.
Na Dermite por Cândida ou Cândidíase, o eritema é de tom vermelho vivo, com um bordo bem delimitado, junto do qual surgem pequenas lesões do mesmo tom. Por vezes é possível encontrar outras lesões causadas pelo mesmo fungo em outras regiões do corpo, onde habitualmente se acumula umidade, como o pescoço, as axilas e outras pregas da pele, ou ainda na cavidade bucal. A candidíase da cavidade bucal tem o aspeto de pequenas manchas brancas, e é habitualmente conhecida por sapinhos.
Devido à dificuldade que pode existir em distinguir outras formas de eritema, o bebê deve ser observado pelo médico quando o problema não se resolve ao fim de dois ou três dias em que se aplicaram as medidas gerais de tratamento do eritema simples."

Quais são os fatores que predispõem ao aparecimento do eritema da fralda?
O risco de aparecimento de eritema da fralda é maior quando as condições de higiene são más, quando se mantém o bebê por períodos prolongados com a mesma fralda molhada ou suja, ou quando o bebê tem diarréia, aumentando o número de dejeções em contato com a pele num dado período de tempo.

O que se pode fazer para prevenir o aparecimento do eritema da fralda?
O eritema da fralda é um problema comum que pode ser evitado através de algumas medidas simples:
  • Mudar a fralda com freqüência, evitando o contato prolongado da urina ou das fezes com a pele
  • Nas mudanças da fralda lavar o bumbum do bebê apenas com água. As  toalhinhas contêm substâncias que podem sensibilizar a pele e devem ser utilizados apenas quando a lavagem com água não é possível (fora de casa). O uso freqüente de sabonetes ou de toalhinhas altera o equilíbrio entre os microorganismos habitualmente presentes na pele e mucosas (flora saprófita), reduzindo o seu papel protetor
  • Após a lavagem secar bem toda a zona da fralda e as pregas de pele onde permaneçam vestígios de umidade, pois as condições de umidade em zonas não arejadas provocam a maceração da pele e facilitam o crescimento de fungos
  • Hoje quase todas as crianças usam fraldas descartáveis. Algumas crianças podem ser alérgicas a determinadas marcas de fraldas, pelo que se deve optar por outra marca se suspeitar de sensibilidade ao tipo de fralda utilizada
  • Quando vestir a fralda deve proteger-se a pele do bebê com uma camada fina de creme à base de vitamina A ou óxido de zinco. O pó de talco não deve ser utilizado pois pode ser irritante para a pele , além de poder prejudicar o aparelho respiratório do bebê se este o inalar no momento da aplicação"
 Como se trata o eritema da fralda?
"O eritema simples trata-se reforçando as medidas de higiene anteriormente referidas, aumentando a freqüência das mudanças de fralda e, principalmente, deixando o bebê sem fralda sempre que possível, pois o contacto com o ar facilita a cura do eritema.
Se a inflamação se agrava, com o aparecimento de pápulas e vesículas, ou se não cede às medidas de higiene, o médico pode prescrever uma pomada com um corticóide. As pomadas com corticóide devem ser apenas utilizadas por indicação médica e durante o tempo por este indicado, porque não é indiferente o tipo de corticóide escolhido e porque alguns problemas de pele agravam com este tratamento.
Nas dermites causadas por fungos, o médico indicará uma pomada antifúngica e se houver uma infecção secundária por bactérias receitará uma pomada contendo um antibiótico.
Logo que desapareçam as lesões e o rubor da pele o tratamento pode ser suspenso, mantendo-se as medidas higiênicas gerais e o uso de um creme de barreira à base de vitamina A ou óxido de zinco."


Fonte: Sweetcare.pt (maravilhosa loja de cosméticos de Portugal, e que envia tudo para o Brasil a preços maravilhosos).

30 dias em Portugal com as crianças dia 3 e 4

Dia 3
Dia de sol
12 º graus (melhorou, né)

Pode acreditar a Europa, e, nesse caso digo Portugal, tem muitaaaaa coisa para crianças. É um país que adora os “pequenos” e com isso incentivam parques e bairros, na construção de brinquedos de madeira, escala-escala, pula-pula, etc.

Todos os dias, apesar do frio intenso, eu pude levar meu filho em parques e atrações diferentes. E muitas delas de graça, pois até no shopping os parquinhos eram gratuitos.

Resolvemos andar nos bondes históricos de Lisboa e fazer vários passeios em regiões diferentes. Pegamos o lindo bonde 28 com destino ao Chiado.

Muitos planos, família grande, acabamos na Rua Augusta para achar gorros e luvas para as crianças.


Andamos muito na região e as paisagens são lindas, tem o elevador Santa Justa, o Arco da Rua Augusta, Praça do Comércio, mercados, muitas lojas de roupas e sapatos. Almoçamos por lá mesmo. Existe vários restaurantes (claro que na maioria para turistas), onde eles servem o almoço na calçada e você pode apreciar a vista. Tudo acaba encantando. E como estava muito frio colocaram ao nosso lado um aquecedor. 

Imagem retirada do Google (não estou achando minha foto)

Foto imobiliária Lisboa, arco

Acesse o site http://www.transporteslisboa.pt/


Depois do almoço seguimos para um Shopping porque os meninos queriam algo mais “moderno”. Fomos ao Shopping Colombo. É um shopping enorme que fica perto do Estádio da Luz, mas não vá andando, por que o caminho é inviável.

No site do shopping você consegue ver muitas ofertas e todas as lojas disponíveis. Site: www.colombo.pt

Para chegar no shopping existe várias opções de comboio, autocarro, Metrô, veja se esses ajudam você. Chegamos muito fácil no shopping, tudo é muito explicativo.

Autocarro
Terminal Rodoviário servido por 24 linhas de autocarros urbanos, suburbanos e interurbanos.
Carris Regulares: 750, 799, 767
Rodoviária de Lisboa: 203, 205, 210, 222, 223, 228
Lisboa Transportes/Vimeca: 128, 163, 101, 132, 142, 117

Metro
Linha Azul / Estação Colégio Militar/Luz
Custa em média 1,40 euros e você tem a opção do Viva Viva que foi o que compramos.

Dica: nesse link você faz o trajeto de metrô, não tem como errar: http://metro.transporteslisboa.pt/

Carro Acessos por: 2º Circular, Eixo Norte-Sul, IC19, CRIL, Av. Pontinha, Av. Lusíada

Dê uma olhadinha nesse link, nele você encontra valores de região, onde pode circular, que valor pagar avulso, diária, 48h, etc.

Link: http://metro.transporteslisboa.pt/wp-content/uploads/TdLtarifariointernetoutubro2015.pdf 

Acabamos jantando no shopping por que as crianças queriam Pizza Hut, eu e meu marido queríamos bolinho de bacalhau, mas cedemos, alias o almoço na Rua Augusta já tinha sido maravilhoso.


Dia 4
Dia de sol
14 º graus (melhorou mais ainda)

Hoje fomos ao Mirante de Santa Clara, ou melhor, Miradouro de Santa Clara. Nosso destino era a feira da Ladra.

A vista é incrível e o dia estava “aberto”, assim conseguimos aproveitar mais. Vimos o rio Tejo (deslumbrante e imenso), toda terça-feira e sábados tem a feira da Ladra, a mais antiga feira de quinquilharias e antiguidades da cidade.

planetware.com


Você deve tomar muito cuidado com os batedores de carteira, a polícia fica o tempo todo alertando, mas se você é brasileiro já deve estar atento a isso, acontece o mesmo em nosso país.
Gostei da feira, mas confesso que não fiquei deslumbrada, tem muita mercadoria da China, muita roupa sucateada, vi duas brigas intensas de vendedores, com ofensas, palavrões e empurrões. Mas é a cultura local, então vá lá dar uma olhadinha. O filho mais velho de meu marido conseguiu comprar algumas antiguidades. Tem muito azulejo português. A feira é enorme, cansa andar e muito lotada! Cuidado com as crianças.



Para chegar lá você pode usar:

Autocarro 12,35 e 107
Elétrico (eu gostei desse): 728

Resolvemos ir embora mais cedo e seguimos para alguma coisa mais educativa, o Pavilhão do Conhecimento.




O Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva está situada no Parque das Nações, no antigo recinto da Expo 98, em Lisboa. A sua silhueta é facilmente reconhecível pelo enorme volume exterior da sua nave principal. A entrada é feita pelo piso 0. 

Como chegar:

Metro: Gare do Oriente - Linha Vermelha

Comboio: Gare do Oriente

Autocarro: A paragem CARRIS mais próxima é o “Oceanário Lisboa”, na Alameda dos Oceanos, servida pelas carreiras 400 e 728.

A partir da Gare do Oriente, use as carreiras 400, 705, 708, 725, 728, 744, 750, 759, 782 e 794.

Valores:
Adulto: 9 euros
Criança de 3 à 6 anos: 5 euros
Criança de 7 à 17 anos: 6 euros
Idosos acima de 65 anos: 5 euros
Criança até 2 anos: grátis
Bilhete família (2 adultos + 2 crianças até 17 anos): 20 euros

Nos dias 18 de maio, 25 de julho e 24 de novembro a entrada é franca, verifique no site do museu.




Nesse Museu tem muita atividade interessante para adultos e crianças, acabamos nos divertindo muito lá.

Praticamente tudo no museu é interativo. Você deve fazer parte da arte para que ela funcione.

Funciona de Terça-feira a Sexta das 10h às 18h e Fins de Semana e Feriados 11h às 19h.

O parque das Nações onde fica o Pavilhão é um local muito lindo, limpo e organizado, vale a pena dedicar algumas horas lá. Mas isso fica para outro dia.

Estava frio, então tinha muitas folhas, até isso virou diversão.



À noite estávamos cansados, então passamos no Pingo Doce e compramos a janta. o cardápio de comida pronta é imenso e parece que você fez em casa. É só servir e pronto! 

Link:  https://www.pingodoce.pt/